Sobre

Capa 1.Aldeia de caboclos em Cantagalo. 1823

Oferecido por historiadores, antropólogos, arqueólogo e profissionais da área da saúde, este curso pretende contemplar diversos olhares em torno dos povos indígenas. Nesta direção, serão problematizadas desde questões clássicas do debate acadêmico até as políticas públicas atuais para essas populações. Por um lado, o curso dedica espaço às discussões relacionadas ao ensino na educação básica, constituindo-se como uma contribuição da universidade para o cumprimento da lei 11.645/2008 que determina a inserção da temática indígena nas escolas. Para além disso, presta-se a contemplar também outros públicos interessados nessa discussão como servidores públicos e lideranças políticas.

Público-alvo: professores do ensino básico, estudantes de graduação, pesquisadores, servidores públicos ligados a serviços de defesa dos povos indígenas e interessados em geral.

Coordenação: Prof. Dr. André Roberto de A. Machado (Departamento de História – EFLCH / UNIFESP)

 

Parceiros:

Coordenadoria da Igualdade Racial / Prefeitura de Guarulhos

 

Crédito da Imagem: Debret. Aldeia de Caboclos em Cantagalo, 1823.